Olá, tudo bem?

 

A previdência privada serve muito bem a qualquer pessoa que deseja aumentar sua renda no período de aposentadoria.

Esta aplicação, no entanto, é indicada para quem tem renda superior ao teto de contribuição e benefício pelo INSS, não é contribuinte do INSS ou não tem disciplina para fazer a própria poupança.

Ou seja, se você possui renda maior que o teto, pode optar pela previdência privada para manter o mesmo patamar financeiro no período de aposentadoria.

Para definir seu plano de previdência privada, você precisa ter em mente três questões básicas:

  1. Quando você deseja iniciar a aplicação;
  2. Quando você deseja se aposentar;
  3. Quanto você quer receber de renda extra na aposentadoria.

Com isso você chega ao valor dos aportes mensais, ou seja, de quanto precisa desembolsar para garantir a renda extra desejada para o seu futuro. Feito isso, agora é escolher o tipo de plano que deseja.

Além dos planos de previdência privada, que são entidades abertas de previdência complementar, há também o Funpresp e Fundos de Pensão, que são entidades fechadas.

Quer saber mais? Entre em contato com os nossos especialistas e tire suas dúvidas.

Ecar Pay

Compartilhe nas redes